sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Ambientes Acolhedores no Inverno

Ainda em Novembro fomos à praia e falámos aqui dessa experiência invulgar,  mas eis chegado o Inverno, a conversa no Sótão da Gina começa pelo facto de tanta gente reclamar “ ai que está frio”, “ ai que chove”, “ai que nunca mais é Verão”, e por aí fora, até conversarmos um pouco e trocarmos algumas opiniões sobre os ambientes que devem ser acolhedores no Inverno.

A ver bem as coisas, Portugal mesmo sendo um país de grande diversidade com altas montanhas e florestas a norte e centro, contrastando com as planícies áridas mais a sul, temos ainda assim, um Inverno ameno quando comparado com o do Norte da Europa. Com temperaturas médias entre os 10 ºC no Porto, 12 ºC em Lisboa e 15 ºC no Algarve, a neve é rara, com excepção das zonas montanhosas do Nordeste e da Serra da Estrela.

Ambientes Acolhedores no Inverno
Com este clima temperado em Portugal, deveríamos viver em ambientes bem acolhedores no Inverno e com custos baixos de energia não fora a má e deficiente construção das casas, onde se persiste no erro de não ter em conta as devidas ou apropriadas questões climáticas, aproveitando ao melhor nível a nossa exposição solar anual, por um lado, e por outro - a falta de interesse, gerada numa grande parte da população, em melhorar o ambiente de sua casa. Muitas vezes canalizam-se recursos para “coisas” de utilidade duvidosa, em vez da sua utilização na aquisição de peças fundamentais, ou alterações para tornar o ambiente mais confortável, mais acolhedor, mais aconchegante.

Ambientes Acolhedores no Inverno
Há várias dicas para conservar o calor dentro de casa e manter a conta de eletricidade ou do gás mais baixa:

1 – Abrir as cortinas, portadas, persianas ou estores para entrar o sol e aquecer a casa - ao sol-posto fechar tudo para conservar o calor que se foi acumulando dentro da mesma
2 – Se não tiver janelas com vidros duplos, utilizar fitas de isolamento e calafetagem
3 – Não esquecer que se tiver uma lareira tradicional, quando não está a ser usada, a mesma funciona como uma janela aberta, sendo aconselhado a colocação de uma porta ou portinhola no chamado “pescoço de cavalo” na chaminé, que funcione como registo que abre e fecha
4 – Não abrir janelas para arejar mais que 10 minutos por dia
5 – Dar preferência a cozinhados de pratos no forno

Ambientes Acolhedores no Inverno
A lista poderia continuar, mas a conversa não é de todo sobre essas dicas mas sim sobre os ambientes acolhedores no Inverno, e de facto o ideal é começar a pensar nas opções aquando da construção do imóvel.

A ter em conta, na construção:

1-      A exposição solar
2-      A escolha do revestimento das paredes, tanto exteriores como interiores
3-      Tipo de janelas e portas
4-      Tipo de revestimento para o chão
5-      Evitar espaços muito grandes que raramente são utilizados
6-      O tipo de climatização tendo em conta as novas opções quer a gás quer a electricidade
7-     A escolha de eletrodomésticos que devem ser os de maior eficiência energética disponíveis no momento da compra
8-     O contador de energia bi-horária ou tri-horária

Ambientes Acolhedores no Inverno
Claro que se não for possível fazer estas escolhas na construção da casa poderá fazer algumas alterações no sentido de melhorar a sua eficiência, e se for altura de renovar móveis, não esquecer:

1-     A madeira deve sempre ser escolhida para as peças predominantes do mobiliário, em vez do vidro, pedra ou metal, que são elementos muito frios, podendo estes ser apenas utilizados como pequenos apontamentos na decoração.  
2-  Sofás, poltronas, chaises-longues, cadeirões e assentos de cadeiras devem ser em tecido, de preferência lavável ou com revestimento antinódoa – o couro ou napa são muito frios e inconfortáveis.

Se estiver na altura de escolher o tipo de climatização este artigo é bastante interessante.


Ambientes Acolhedores no Inverno
No Sótão da Gina pensamos que muitas das questões que contribuem para ter ambientes acolhedores no Inverno em Portugal, têm também muito a ver com opções de gastos, como referidas alguns parágrafos atrás, e o gosto pessoal de cada um. Hoje em dia não há falta de oferta bem variada para todos os gostos e bolsas; assim,  em querendo, as alterações a curto prazo dar-lhe-ão mais prazer e conforto na sua casa que deve ser o seu santuário – a longo prazo fá-lo-ão chegar à conclusão que poupou em gastos de energia e contribuiu para um ambiente acolhedor no Inverno de que se orgulha porque é seu e o faz sentir confortável mesmo nos dias cinzentos.

Subscreva o Sótão da Gina por email para não perder novas actualizações

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...